Moringa e disfunção erétil

O sexo é a parte mais intensa e indispensável da vida de um indivíduo e, portanto, deve ser uma fonte de alegria e satisfação.

Qualquer forma de disfunção sexual pode causar depressão, nervosismo e sensação de inferioridade. (Kennedy et al 1999, Baldwin 2001) Embora a disfunção sexual masculina não seja uma doença com risco de vida, contribui significativamente para a perda da qualidade de vida. Segundo a pesquisa, a disfunção erétil representam até 20% -30% dos homens (Lewis et al., 2004).

A medicina contemporânea tem feito esforços consideráveis ​​para encontrar uma terapia eficaz para a disfunção sexual, devido ao seu impacto significativo e prevalência na população masculina. As funções sexuais são reguladas e controladas por um mecanismo complexo complexo que consiste no eixo do cérebro: hormônios, emoções, nervos, músculos, vasos. O funcionamento deste eixo é muito sensível e é consideravelmente afetado negativamente pelo estresse. Segundo a pesquisa (Santosh et al., 2011), o estresse físico e psicológico crônico modula negativamente a neurotransmissão no cérebro enquanto reduz o fluxo sanguíneo no pênis, resultando em disfunção erétil. No estudo experimental (Orr, Mann 1990), foi demonstrado que o estresse reduz a produção de testosterona (o hormônio responsável pelo comportamento sexual masculino), aumenta a atividade do sistema simpático (cuja atividade reduz a penetração do pênis) e aumenta o dano oxidativo no organismo, responsável, entre outras coisas, pela disfunção sexual.

Atualmente disponível em medicamentos no mercado farmacêutico (Viagra, Cialis ...) que inibem uma enzima específica (PDE-5), a inibição aumenta a circulação sanguínea no pênis e ocorre a ereção. Embora este mecanismo permite uma relação sexual satisfatória, o seu uso não garante o aumento do desejo sexual, aumenta a energia, normaliza os níveis de testosterona ou reduz o estresse oxidativo como fator causal da disfunção erétil. Outra desvantagem das drogas mencionadas acima é uma incidência relativamente alta de efeitos adversos graves, como hipotensão postural, mialgias (dores musculares), alterações na visão, vermelhidão e infertilidade. Sem mencionar que seu uso é contraindicado na maioria dos pacientes com doença cardiovascular grave. Como os fármacos atuais utilizados para o tratamento da disfunção erétil em um ciclo sexual integral da OE e freqüentemente associados a efeitos adversos, é desejável buscar uma nova estratégia no tratamento de distúrbios sexuais, que seria eficaz, segura e eficaz. e menos tóxico.

Uma alternativa à terapia farmacológica convencional é o uso de preparações de plantas (Tribulus terrestris, Moringa oleifera, Lepidium meyenii ...), que têm sido tradicionalmente usadas como afrodisíacos. Seu efeito é complexo e, de acordo com a pesquisa, é capaz de influenciar o sistema neuroendócrino, que desempenha um papel fundamental na regulação da função sexual e da motivação sexual (Hull et al., 1997, Meston-Frohlich 2000). Há evidências (Andersson 2001; Prabhat Troop et al., 2015) de que as preparações de plantas (Moringa oleifera) podem inibir a enzima PDE-5 (semelhante ao Viagra), o que resulta em maior penetração do pênis levando a uma Ereção forte e estável.

Moringa oleifera é mais útil planta da família Moringa, que cresce em regiões tropicais e subtropicais. Tem uma ampla gama de usos terapêuticos, nutricionais e tecnológicos. Folhas de Moringa são usadas em várias doenças, incluindo constipação, dores de cabeça, febre e diabetes. (Makonnen et al., 1997), o estudo científico mais recente (Monera et al., 2008) mostrou que o extrato de Moringa inibe a enzima que converte a testosterona em sua forma ativa inativa. Com base nessa descoberta, eles começaram a discutir os possíveis efeitos da Moringa na saúde sexual e no desempenho sexual dos homens. Um dos mais importantes neurotransmissores que intervêm no funcionamento adequado das funções sexuais do sistema nervoso e do pênis é a dopamina (Hull et al., 1997), sendo as folhas de Moringa objeto de estudo. (Ganguly - Guha, 2008) um ​​efeito modulador positivo sobre os níveis de dopamina e tem fortes efeitos antioxidantes (Srilatha - Padma, 2009), que protege contra os efeitos do estresse oxidativo responsável pelo desenvolvimento de várias formas de disfunção sexual.

Em estudos in vivo (Prabhat Troop et al., 2015) mostrou que o extrato de Moringa possui ação antioxidante inibitória e MAO-B (enzima degradante da dopamina). Folhas de moringa contêm uma alta proporção de aminoácidos livres. Os mais importantes são a arginina e a fenilalanina. A arginina está envolvida na síntese do óxido nítrico, substância que serve como segundo mensageiro na cascata de sinalização bioquímica responsável pela vasodilatação dos vasos sanguíneos no pénis. O congestionamento peniano devido à vasodilatação dos vasos sanguíneos no corpo cavernoso é um pré-requisito da ereção. A fenilalanina é um componente básico dos neurotransmissores de monoamina, especialmente a dopamina. Os dados do estudo in vivo (Prabhat Troop et al., 2015) mostram que já a primeira administração, dose média ou baixa de Moringa aumentava a libido. Após 7 dias de tratamento, a Moringa aumenta a capacidade erétil do pênis, reduzindo a atividade da enzima PDE-5 (que reduz a ereção), aumentando os níveis de testosterona e aumentando o número de células de Leydig ( células produtoras de testosterona nos testículos) e espermatozóides.

Estudos científicos mostraram que as folhas de Moringa têm efeitos benéficos no corpo devido ao rico conteúdo de ingredientes ativos naturais (polifenóis, flavonóides, vitaminas, aminoácidos, alcalóides, taninos). Moringa demonstrou efeitos anti-ateroscleróticos, anti-inflamatórios, anti-hipertensivos e antioxidantes. (Schumacher et al., 2008, Verma et al., 2009)

Outro estudo (Oboh et al., 2015) mostrou que a Moringa é capaz de inibir a atividade de enzimas selecionadas (ECA, Arginase), que são co-responsáveis pelo desenvolvimento da disfunção erétil. Além disso, o estudo confirmou evidências anteriores do efeito antioxidante significativo da Moringa.

Com base nas evidências científicas apresentadas, podemos assumir inequivocamente que a Moringa é uma planta medicinal com efeitos demonstráveis, seu uso é seguro e seu uso é adequado para qualquer homem com diminuição da libido, disfunção erétil ou diminuição do desempenho sexual.


Referências:

  • ANDERSSON, KE., Pharmacology of penile erection. In Pharmacol. Rev. 2001. 53(3):417-450.
  • BALDWIN, D. S. Depression and sexual dysfunction. In British Medical Bulletin [online]. 57(1), 81-99 [cit. 2017-06-17]. DOI: 10.1093/bmb/57.1.81. ISSN 14718391. Dostupné z: https://academic.oup.com/bmb/article-lookup/doi/10.1093/bmb/57.1.81
  • GANGULY, R. -  GUHA, D. Alteration of brain monoamines & EEG wave pattern in rat model of Alzheimer’s disease & protection by Moringa oleifera. In Indian J. Med. Res. [online] 2008.  128(6):744-751. Dostupné z: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/19246799
  • HULL E.M. et al. Testosterone, Preoptic Dopamine, and Copulation in Male Rats. In Brain Research Bulletin [online]. 1997, 44(4), 327-333 [cit. 2017-06-17]. DOI: 10.1016/S0361-9230(97)00211-6. ISSN 03619230. Dostupné z: http://linkinghub.elsevier.com/retrieve/pii/S0361923097002116
  • CHUMARK, P.  et al. The in vitro and ex vivo antioxidant properties, hypolipidaemic and antiatherosclerotic activities of water extract of Moringa oleifera Lam. leaves. In Journal of Ethnopharmacology [online]. 2008, 116(3), 439-446 [cit. 2017-06-17]. DOI: 10.1016/j.jep.2007.12.010. ISSN 03788741. Dostupné z: http://linkinghub.elsevier.com/retrieve/pii/S0378874107006721
  • KENNEDY, S. et al. Sexual dysfunction before antidepressant therapy in major depression. In Journal of Affective Disorders [online]. 1999, 56(2-3), 201-208 [cit. 2017-06-17]. DOI: 10.1016/S0165-0327(99)00050-6. ISSN 01650327. Dostupné z: http://linkinghub.elsevier.com/retrieve/pii/S0165032799000506
  • LEWIS, R. et al. Epidemiology/Risk Factors of Sexual Dysfunction. In The Journal of Sexual Medicine [online]. 2004, 1(1), 35-39 [cit. 2017-06-17]. DOI: 10.1111/j.1743-6109.2004.10106.x. ISSN 17436095. Dostupné z: http://linkinghub.elsevier.com/retrieve/pii/S174360951530062X
  • Makonnen, E. et al. Hypoglycae-mic effect of Moringa stenopetala aqueous extract in rabbits. In Phytother. Res. [online]. 1997. 11(2):147-148. [doi:10.1002/ (SICI)1099-1573(199703)11:2<147::AID-PTR41>3.0.C O;2-V] Dostupné z: http://onlinelibrary.wiley.com/doi/10.1002/(SICI)1099-1573(199703)11:2%3C147::AID-PTR41%3E3.0.CO;2-V/abstract;jsessionid=1A48ADE97EF79C5DE82D7736BEEB37B4.f03t04
  • MESTON, CM. - FROHLICH, PM. The Neurobiology of Sexual Function. In Archives of General Psychiatry [online]. 2000, 57(11), 1012- [cit. 2017-06-17]. DOI: 10.1001/archpsyc.57.11.1012. ISSN 0003-990x. Dostupné z: http://archpsyc.jamanetwork.com/article.aspx?doi=10.1001/archpsyc.57.11.1012
  • MONERA, T. et al. Moringa oleifera leaf extracts inhibit 6β-hydroxylation of testosterone by CYP3A4. In The Journal of Infection in Developing Countries [online]. 2008, 2(05), - [cit. 2017-06-17]. DOI: 10.3855/jidc.201. ISSN 1972-2680. Dostupné z: http://www.jidc.org/index.php/journal/article/view/201
  • OBOH, G. et al. Phenolic Extract from Moringa oleifera Leaves Inhibits Key Enzymes Linked to Erectile Dysfunction and Oxidative Stress in Rats’ Penile Tissues. In Biochemistry Research International [online]. 2015, 1-8 [cit. 2017-06-17]. DOI: 10.1155/2015/175950. ISSN 2090-2247. Dostupné z: http://www.hindawi.com/journals/bri/2015/175950/
  • ORR, T. Effects of restraint stress on plasma LH and testosterone concentrations, Leydig cell LH/HCG receptors, and in vitro testicular steroidogenesis in adult rats. In Hormones and Behavior [online]. 1990, 24(3), 324-341 [cit. 2017-06-17]. DOI: 10.1016/0018-506X(90)90013-N. ISSN 0018506x. Dostupné z: http://linkinghub.elsevier.com/retrieve/pii/0018506X9090013
  • PRABSATTROO, T. et al. Moringa oleifera extract enhances sexual performance in stressed rats. In J. Zhejiang Univ Sci B. [online]. 2015, 16(3), 179-190 [cit. 2017-06-17]. DOI: 10.1631/jzus.B1400197. Dostupné z: https://link.springer.com/article/10.1631%2Fjzus.B1400197
  • SANTOSH, B.T.  et al. Effect of Leptadenia reticulata Linn. on stress modulated sexual behavior of male rats. In Int. Res. J. Pharm [online].  2011, 2(10), 27-36. [cit. 2017-06-17]. ISSN 22308407. 
  • SREELATHA, S. -  PADMA, PR. Antioxidant Activity and Total Phenolic Content of Moringa oleifera Leaves in Two Stages of Maturity. In Plant Foods for Human Nutrition [online]. 2009, 64(4), 303-311 [cit. 2017-06-17]. DOI: 10.1007/s11130-009-0141-0. ISSN 0921-9668. Dostupné z: http://link.springer.com/10.1007/s11130-009-0141
  • VERMA, A. et al. In vitro and in vivo antioxidant properties of different fractions of Moringa oleifera leaves. In Food and Chemical Toxicology [online]. 2009, 47(9), 2196-2201 [cit. 2017-06-17]. DOI: 10.1016/j.fct.2009.06.005. ISSN 02786915. Dostupné z: http://linkinghub.elsevier.com/retrieve/pii/S0278691509002774

Leia também:

As folhas de Moringa como apoio á potência

Tradicionalmente, Moringa é entendida como uma resposta á diferentes doenças e como sendo um complemento medicinal ideal contra doenças freqüentes e graves. Os problemas com a erecção e a potência constituem para os homens uma questão muito delicada, mas infelizmente, muito comum. A Moringa não pode ser considerada como se fosse Viagra milagrosa natural. Contudo aptidão e anseio sexuais, são metas, com que moringa tem capacidade de alcançar resolvendo de qualquer maneira.

07/07/2017 26291× Lido

GALERIA VIDEO


GALERIA FOTOGRAFIA


ARTIGOS MAIS POPULARES

Moringa – o uso e os efeitos desta árvore milagrosa

É possível recomendar o uso da planta universal versátil Moringa á todos quanto precisam cobrir suas necessidades diárias com uma maior variedade de v...

As folhas de Moringa como apoio á potência

Tradicionalmente, Moringa é entendida como uma resposta á diferentes doenças e como sendo um complemento medicinal ideal contra doenças freqüentes e g...

Activista verde contra o cansaço

Nós já sabemos que Moringa tem uma quantidade elevada de ingredientes activos, vitaminas e antioxidantes. No entanto, muitas vezes não conseguimos atr...

A resposta de Moringa para as diabetes maliciosas

É globalmente bem conhecido que a doença diabética se tornou uma epidemia mundial. Decerto que você ou seus ente queridos já tiveram a oportunidade de...